Os Atributos Virtuosos da Mente

Prática Diária dos Atributos Virtuosos da Mente 

Exercício que cada um deve fazer individualmente, em seu dia-a-dia, a fim de reprogramar a mente a pensar e agir com base em atributos virtuosos, como introspecção e silêncio, compreensão, oração, harmonização, concentração, reflexão e disciplina, para conquistar uma vida mais sadia, feliz e com mais consciência. Cada dia da semana, é sugerido o treinamento de um Atributo Virtuoso, conforme abaixo.

 

 SEXTA – INTROSPECÇÃO E SILÊNCIO: essas atitudes estão em ressonância com as vibrações do raio azul, que também são as vibrações do Chakra Coronário. Nesse momento, silenciamos e nos introspectamos, como se estivéssemos avisando para a mente que acabou a tagarelice e, agora, é um momento de viver o Divino. Essa atitude deve ser vivida durante todo o dia de sexta-feira. O indivíduo deve manter-se introspectivo, exercitando a mente, ficando vigilante, comparando tudo que foi dito e pondo em prática sob sua vigilância. Com essa persistência e constância, desenvolvemos a vontade e o poder espiritual, ancorados em nós. O dia é sexta-feira. O chakra é o Coronário e a cor, azul.

 

2° – SÁBADO – COMPREENSÃO: estabelecido o silêncio, a mente clareia e surge a compreensão, expressando a intenção da creação com a tônica do Chakra Cardíaco, fundamentado no amor e na sabedoria, em que a realização material altruísta é embasada na partilha do nosso para o nós. O dia do treino é sábado e a cor, amarelo dourado.

 

DOMINGO – ORAÇÃO: já estabelecidos o silêncio e a compreensão, a oração conduz a mente na frequência da beleza e da compaixão, na aura do amor Divino, em ressonância com o Chakra Laríngeo, mantendo a criação com inteligência ativa. O dia para o treino é domingo e a cor é o rosa.

 

SEGUNDA – HARMONIZAÇÃO: nesse dia, estamos com os pensamentos afins. Precisamos treinar a mente para que estejamos assim em harmonização durante todo o nosso dia, nos comprometendo a nos harmonizar com tudo, mesmo que a situação seja desarmonizadora. É uma oportunidade para treinarmos a mente na unidade da diversidade. O raio correspondente é o Branco. O chakra correspondente é o AJNA. O dia, segunda, e a cor, branco.

 

TERÇA – CONCENTRAÇÃO: uma mente agitada, estressada, dificilmente se cala e reflete. Por quê? Porque falta foco e foco é concentração, clareza mental e, por consequência, a cura, uma vez ser a mente o centro da desarmonia, que promove as doenças em todo o corpo. Logo, a concentração proporciona “a mente sana em corpore sano”. O dia é terça-feira. O chackra é o Sacro e a cor, verde.

 

6° – QUARTA – REFLEXÃO: enquanto uma mente não estiver treinada e centrada, ela estará sempre regida pelo emocional ou cérebro instintivo. Logo, a reflexão treinada aos poucos e pela repetição, vai condicionando a mente a refletir antes de agir. Certamente, de forma inconsciente. Porém, quando a praticamos conscientemente, ela se instala também conscientemente e a vigília é constante e natural. Portanto, refletir é compreender e, por consequência, a paz é um ideal devocional, proveniente de um comportamento nobre externado através das virtudes. O chakra é o Plexo Solar. A cor é o vermelho e o dia, quarta-feira.

 

7° – QUINTA – DISCIPLINA: essa é uma forte tônica que falta nas mentes rebeldes e mal treinadas pela vida. A indisciplina da luta pela sobrevivência distancia o indivíduo da senda da evolução, iluminação e de um futuro modus vivendis de paz e felicidade. Ao treinarmos a disciplina, estamos estabelecendo, em nossa mente, a ordem que transmuta o caos das programações nocivas cristalizadas e a moderação. O dia é quinta-feira. O chackra é o Básico e a cor, violeta.

Toda quinta-feira, realizamos em nossos Núcleos os Cerimonial Meditativo da Estrela, que é uma prática que sintetiza todo o treinamento realizado durante a semana.